Empreendedorismo e inovação para conquistar o próprio negócio

glenn-carstens-peters-203007

Com o aumento do desemprego, o número de pessoas que enxergam no empreendedorismo a solução para atravessar a crise aumentou. De acordo com a Endeavor, três quartos dos brasileiros aspiram a ser empreendedores e prefeririam ter um negócio próprio a serem empregados ou funcionários de terceiros. Para eles, empreender é um meio para alcançar satisfação, autonomia e realização.

 

Mas, é preciso cuidado, diz a coach Vivian Sant’Anna: “é preciso ficar atento para não transformar o sonho em pesadelo, planejando com cuidado esse novo passo”, explica.

 

A primeira ação é a escolha do mercado. É preciso identificar-se com o trabalho para entender que tipo de solução vai oferecer. “Tenho colegas e clientes que abrem negócios com os quais não tem nenhum tipo de identificação e escolheram apenas por acreditar que esse seria o campo mais rentável”, conta a especialista em planejamento e gestão de negócios.

 

O segundo passo, de acordo com a profissional, é analisar a quantidade de recursos disponíveis para abrir o seu negócio. “Nesta hora é importante lembrar que o novo negócio demandará tempo para render lucro, por isso é preciso levar em conta um planejamento de gastos pessoais”, revela.

 

Outro ponto fundamental, segundo Vivian Sant’Anna, é entender que no primeiro momento, o empreendedor terá que desempenhar mais tarefas do que as que costumava fazer quando era apenas um colaborador. “O dono do seu próprio negócio precisa entender de finanças, contabilidade, marketing e o que mais for necessário para conduzir a nova empresa. Procurar ajuda, conhecimento e principalmente saber que ele será o responsável pelo seu negócio”, alerta.

 

Os novos empresários se veem em uma situação bem diferente do que quando trabalhavam para outras pessoas e percebem que eles mesmo precisam tomar iniciativa diariamente. “Uma vez um amigo me descreveu: É como se eu fizesse uma entrevista de emprego todo os dias”, finaliza a coach Vivian Sant’Anna.

Comentários

comentarios